Cuidados com o sol nas crianças

Cuidados com o sol nas crianças

Na primavera e no verão os passeios ao ar livre tornam-se mais frequentes. Especialmente nas famílias com crianças, as idas à praia, a piscinas e a parques, representam uma parte importante desses passeios.

Tal como acontece com quase tudo, também relativamente às condições ambientais, nomeadamente, à exposição solar e ao calor, as crianças são muito mais vulneráveis do que os adultos.

Quando há exposição ao calor é imprescindível adotar alguns cuidados especiais.

Para crianças com menos de 12 meses:

  • Durante as horas de maior calor e intensidade de radiação solar (entre as 11h00 e as 17h00), devem ser evitados os passeios ao ar livre;
  • Mesmo fora daquele intervalo de tempo, a exposição ao sol deve ser evitada;
  • Nos dias mais quentes e quando ao ar livre, as crianças com menos de 12 meses devem sempre ser mantidas à sombra;
  • Nos dias mais quentes e quando ao ar livre, estas crianças devem usar um protetor solar com um fator de proteção superior a 60 (FP>60).

Para crianças com mais de 12 meses:

Para as crianças com mais de 12 meses, devem ser adotados cuidados semelhantes aos atrás referidos.

No entanto, há também que ter cuidado com os exageros: um banho de sol moderado e protegido é benéfico e agradável.

Por outro lado, uma criança “toda besuntada” num dia de sol não vai conseguir divertir-se. Posto isto:

  • As crianças devem usar um protetor solar com um fator de proteção superior a 60 (FP>60). Este deve ser aplicado cerca de 30 minutos antes da exposição, de modo a aumentar o seu poder de penetração;
  • A aplicação do protetor solar deve ser repetida de 2 em 2 horas, especialmente, quando as crianças tomarem banho ou transpirarem muito;
  • Nos dias quentes mas nublados, os cuidados referidos devem ser mantidos, pois a radiação ultravioleta continua a atingir a pele e pode causar danos;
  • Quando as crianças estão à sombra, devem também ser mantidos os mesmos cuidados, já que a luz solar refletida na areia ou na superfície da água, continua a atingir a pele.

O que fazer em caso de queimaduras solares?

Se, mesmo adotando cuidados relativamente à exposição solar, ao vestuário e à alimentação, ocorrerem queimaduras solares, mantenha-se atento e considere a necessidade de implementar as seguintes medidas adicionais:

  • A vermelhidão e o ardor ligeiros podem ser resolvidos com um banho de água tépida e com a aplicação posterior de um produto hidratante. Existem produtos específicos para crianças para aplicar depois da exposição ao sol;
  • Se a queimadura parecer mais grave, ou caso surjam sinais de prostração ou febre, ofereça bastantes líquidos e procure ajuda médica

.

Interdomicilio com Hospital da Luz

No Comments

Post A Comment

four × 1 =