Diabetes: cuidados a ter com a alimentação

Diabetes: cuidados a ter com a alimentação

O primeiro conceito que importa transmitir quando se fala de diabetes e alimentação é que não existem alimentos proibidos, nem mesmo alimentos com açúcar. O importante é que seja algo esporádico, nunca feito em contexto isolado e que, de seguida, seja ajustada a insulina (nos casos em que se aplicar) e a restante alimentação.

Outro aspeto crucial para um melhor controlo dos valores de glicemia é fazer refeições regulares ao longo do dia, sem passar longos períodos de tempo sem comer.

De forma mais pormenorizada, estabelecem-se algumas indicações que deverão ser cumpridas diariamente:

  1. Tome sempre o pequeno-almoço

Um dos principais cuidados na alimentação na diabetes passa por nunca sair de casa sem tomar o pequeno-almoço. É a primeira refeição do dia, a mais importante e que deve ser feita na primeira hora após o acordar, de modo a compensar o longo período de jejum noturno.

Para manter os níveis de glicemia estáveis deve incluir: leite ou derivados, pão escuro e uma peça de fruta.

  1. Nunca salte refeições

Como referido anteriormente, fazer refeições regulares ao longo do dia é essencial para o controlo glicémico.

Se fizer seis refeições diárias, nunca ficar mais do que três horas sem comer e mantiver as mesmas proporções alimentares em cada refeição, todos os dias, os seus valores de glicemia devem manter-se estáveis.

Faça pequenos snacks entre o pequeno-almoço, o almoço e o jantar e uma pequena ceia antes de deitar para evitar hipoglicemias durante a noite.

  1. Comece as suas refeições principais com uma sopa

Ao almoço e ao jantar comece sempre a refeição com uma boa sopa de legumes. Isto ajuda a prevenir excessos no prato e nas refeições seguintes uma vez que é um alimento bastante saciante.

Além disso, é de fácil digestão, rica em nutrientes, fibras e vitaminas, que também ajudam a regular a glicemia.

  1. Não coma fruta nem outros alimentos ricos em hidratos de carbono simples isoladamente

Para quem sofre de diabetes, a fruta deve ser consumida acompanhada com um alimento de baixo índice glicémico, como um iogurte magro, frutos secos oleaginosos ou ovo cozido, de modo a evitar um pico de glicemia abrupto.

Tal como a fruta, esta regra aplica-se a todos os alimentos de elevado índice glicémico, incluindo bolachas, biscoitos, sumos, e todos os produtos açucarados.

  1. Evite o açúcar de adição

O açúcar refinado é o principal inimigo da diabetes. Como tal, evite ao máximo o seu consumo e adição aos alimentos, assim como alimentos que sejam muito ricos neste elemento.

  1. Aprenda a fazer a contagem de hidratos de carbono

Particularmente relevante para quem sofre de diabetes insulino-dependente, a contagem de hidratos de carbono é um processo crucial que deve aprender junto do seu nutricionista, de modo a ajustar as doses de insulina para a sua ingestão alimentar e atividade física praticada.

Desta forma, evita mais eficientemente, situações de hipo ou hiperglicemia e suas complicações.

Fonte: Vida Ativa

No Comments

Post A Comment

1 × one =