Cuidados com familiares idosos que ainda precisam de pouca assistência

Cuidados com familiares idosos que ainda precisam de pouca assistência

Incentivar uma boa higiene

A higiene pessoal é uma rotina quotidiana importante. Talvez o seu ente querido consiga cuidar de si e lavar-se sem a sua ajuda. Ou talvez precise de alguma assistência da sua parte. Se for esse o caso, é uma situação positiva. Tente incentivar o seu ente querido a lavar-se sozinho, de forma independente, enquanto conseguir fazê-lo. No entanto, pode querer verificar se está tudo bem, para ver se o seu ente querido precisa da sua ajuda.

 

A pele dos idosos precisa de cuidados especiais

Provavelmente, já reparou que a nossa pele também envelhece à medida que envelhecemos. Torna-se bastante frágil. É por isso que as pessoas idosas precisam de uma rotina de higiene especial, concebida para a sua pele delicada. Especialmente nos casos em que o seu ente querido sofre de incontinência, sendo que a urina e as fezes irritam e lesionam a pele. Uma limpeza e proteção suaves ajudam a prevenir a irritação da pele e a infeção. Por isso, é bom que o seu ente querido siga uma rotina de higiene concebida para a sua pele delicada. Isso irá ajudar a que o seu ente querido se sinta limpo, confortável, fresco e saudável, o que poderá melhorar a sua confiança.

Estes são os três passos para cuidar da pele do seu ente querido: limpar, restaurar e proteger.

 

Produtos para incontinência

Se o seu ente querido consegue vestir-se, provavelmente também consegue lidar com a proteção contra incontinência. Isto é mais provável se o seu ente querido usar um produto de fácil utilização como as cuecas descartáveis para incontinência.

 

Ajudar o seu ente querido a manter-se seguro

O seu ente querido pode ser bastante independente e não precisar de muita ajuda. No entanto, ainda assim é importante não esquecer que os ossos das pessoas idosas são frágeis. Até mesmo um pequeno acidente ou queda pode lesioná-las e impedir a sua mobilidade. Desta forma, para ajudar a prevenir lesões, tente tornar a casa do seu ente querido ou a sua casa o mais segura possível para que ele possa movimentar-se. Leia mais sobre o assunto na nossa secção Segurança em casa.

 

Ajudar o seu ente querido na dieta e ingestão de líquidos

O seu ente querido poderá estar menos propenso a ingerir líquidos, com receio de que quanto mais líquidos ingerir, mais vontade terá de ir à casa de banho. No entanto, se o seu ente querido fizer isso, a urina pode tornar-se mais concentrada. Isso pode aumentar os riscos para a sua saúde. Tente incentivá-lo a beber normalmente, sempre que tiver sede.

Também pode ajudar certificando-se de que tem uma dieta saudável e nutritiva fazendo as refeições com o seu ente querido. No entanto, as refeições são mais do que apenas alimentação. São momentos para socializar, conversar, partilhar histórias e rir. Porque não convidar outros membros da família e amigos para fazerem refeições com vocês? A socialização ajuda a que o seu ente querido se sinta conectado: um aspeto importante da sua vida, sobre o qual falamos mais em baixo.

 

Sentir-se conectado às outras pessoas

Mesmo numa fase mais avançada da vida, continuamos a gostar de dar as mãos, de sentir carinho, de abraçar. Isto torna-se ainda mais importante se passarmos a maioria do tempo sozinhos.

Cuidadores experientes afirmam que fazer pequenas coisas juntos – até mesmo as atividades mais triviais – pode ajudar a melhorar o dia do seu ente querido. Aqui encontra algumas ideias para o inspirar.

Encontre pessoas que o podem apoiar

Cuidadores experientes recomendam que procure outras pessoas que o ajudem a cuidar do seu ente querido. Podem ser familiares, amigos ou serviços da comunidade local ou assistência social.

Fonte: Interdomicilio com Tena

No Comments

Post A Comment

one × 4 =