Alguns passos para acabar com o cheiro a mofo

Alguns passos para acabar com o cheiro a mofo

Sabe aquele cheiro de coisa guardada que sente quando tira a roupa de alguns armários? Ou aquele cheiro a lugar fechado? Um cheiro desagradável, misto de pó e humidade, que penetra pelas narinas, e, no caso da roupa, nos faz procurar uma que cheire a lavado? Pois, é normal que conheça.

Esse cheiro é provocado pela proliferação de bolores em locais fechados, sem ventilação e com pouca luz, e pela consequente disseminação dos esporos no ar e nas superfícies. Quem vive perto do mar tem muito mais probabilidades de ter estes problemas, mas pode aparecer em qualquer lugar, desde que se reúnam as condições ao desenvolvimento do bolor… Basta uma peça de roupa guardada no armário ainda com alguma humidade para despoletar o problema!

O ideal é prevenir, de preferência com medidas estruturais de fundo, mas se já aconteceu agora é preciso acabar com esse cheiro a mofo! Não desespere, hoje trazemos-lhe algumas receitas caseiras, simples e baratas, para acabar com o problema. Acompanhe-nos, tire notas e ponha as nossas sugestões em prática… Vai ver que resultam!

 

Acabar com o mofo em colchões, tapetes e sofás

Começamos por um problema delicado, sobretudo no que respeita ao colhões e sofás! É muito normal os colchões ganharem cheiro a mofo, pois passamos ali deitados longas horas transpirando e largando incontáveis escamas de pele, criando um ambiente perfeito para bolores e ácaros. Hábitos como fazer imediatamente a cama depois de acordar, ou fechar as janela spara evitar olhares indiscretos para o quarto, vão provêr as condições necessárias ao desenvolvimento de cheiros desagradáveis. O sofá, embora numa escala mais pequena, sofre do mesmo mal… Aliás todos os estofos podem facilmente apresentar mofo. até os tapetes e cortinas!

Como resolver? Os produtos químicos industrais não são aplicáveis nestes casos devido à sua toxicidade.

A prevenção: Exponha os colchões à luz direta sempre que possível.

A solução: Coloque bicarbonato de sódio numa peneira grande (daquelas usadas em pestelaria) e espalhe sobre as superfícies numa camada uniforme. Deixe actuar por 10 minutos e aspire ( evite a vassoura a todo o custo, use apenas aspirador, para evitar manchas brancas).

 

Eliminar o modo de armários e cómodas

Já falámos deles… Em Portugal a grande maioria os armários são fechados, escuros, sem qualquer arejamento, e mesmo em casas de gama mais alta, se este problema não foi acautelado com medidas antecipadas, se a atmosfera for naturalmente húmida o bolor vai aparecer!

A prevenção: Se puder opte por armários sem portas. Não não for ao seu gosto, ou não quiser tirar as portas dos armários que tem, nem comprar outros, deixe -as abertas um parte do dia, quando a exposição solar dentro deles for mais intensa. Pode mesmo comprar um pequeno desumidificador e colocá-lo dentro dos armários algumas horas por dia, sobretudo no inverno.

As soluções: Espalhe bicarbonato de sódio nas superfícies dos armários usando uma esponja molhada, deixe secar bem e aspire. Em alternativa junte um litro de álcool a 92,8% com 1/3 da mesma medida de cravo-da-índia e deixe ficar num recipiente durante 24 horas. Coe a mistura, coloque num borrifador e aplique nos armários vazios, espalhando bem com um pano. Limpe muito bem e deixe secar na totalidade antes de voltar a guardar as suas roupas, pois o líquido terá a cor do cravinho podendo tingi-las de forma quase permanente!

Se o armário tinha bolor é mais do que certo que as roupas cheiram a mofo, podendo mesmo ter manchas de bolor, e neste momento o mais certo é uma lavagem comum ser insuficiente para acabar com os esporos e com o cheiro!

 

As soluções:

– Misture 3 colheres de sopa de bicarbonato de sódio e 1 colher sopa rasa de sal para cada litro de água quente, junte duas doses do seu detergente habitual, e deixe a roupa imersa nessa solução por duas ou três horas. Depois leve à máquina a 90º (ou menos, dependendo das peças, mas quantos mais baixa for a temperatura menor será a eficácia da técnica).

– Misture de 1 chávena de amaciador com 1 chávena de álcool e 1 litro de água. Coloque num borrifador e aplique nas peças antes de passar (exceto as toalhas de banho que não devem ser passadas a ferro). Aguarde até secagem completamente antes de guardar. AVISO: – teste numa área não visível da roupa para verificar eventuais danos nas peças!

 

Cozinhas e casas de banho

Estas áreas, pelas suas atividades normais, que envolvem a manipulação de água e a geração de vapores, são extremamente sensíveis à formação de bolores, pelo que devem ser limpas muito frequentemente para evitar ao máximo a sua formação.

A prevenção: Use vinagre branco, que existe à venda no mercado especialmente para fins higiénicos, ou vinagre de vinho branco com o mínimo de resíduos possível, na limpeza quotidiana da casa de banho e cozinha. Será suficiente para impedir a proliferação dos bolores.

A solução: Já tem manchas? Nós temos a solução! Dilua lixívia a 50% (metade/metade), aplique nas paredes, juntas e azulejos com um borrifador e deixe atuar por alguns minutos. Remova com um pano limpo.

 

Acabar com o cheiro a mofo na casa

Se a casa cheira a mofo é porque os seus esporos se espalharam pelas superfícies! Combata-o limpando muito bem o pó e passando um pano húmido com vinagre nas superfícies (incluíndo móveis e chão). Assegure-se de que os móveis e as outras superfícies são resistentes e não vão manchar com o vinagre. AVISO: – Não use vinagre em superfícies calcárias!

Em ambientes mais pequenos e fechados, como quartos ou closets, coloque um recipiente com vinagre durante a noite, no dia seguinte passe um pano húmido em todas as superfícies e deixe secar muito bem a ar.

Espalhe saquetas com cravinho ou bolinha de madeira de cedro em locais mais escondidos da casa. Além de acabarem com o cheiro a mofo também vão absorver humidade!

Fonte:Sapo

No Comments

Post A Comment

thirteen − two =